Silylandia | Ad / Publicidade:

Atendentes de Educação II,Professores,Mediadores da Educação pela qualidade do Ensino

Quem é você?

Professor, Mediador, Auxiliar, Atendente de Educação, ...
Ou seja lá qual for a nomenclatura dada aos profissionais da educação.
Todos nós,  nos respeitamos e em momento nenhum tivemos ou temos
 a intenção de anarquizar ...

Gostariamos apenas de entender certas colocações!

EDUCAÇÃO  uma UTOPIA!?
utpia.jpg



Entendo que uma unidade escolar deve ser bem equipada ,deve ter sala de multimídia, espaço físico adequado para o  número de crianças que ali frequentam , paredes impecavelmente limpas, salas bem arejadas,enfim...
Mas, não basta termos uma unidade escolar  bonita aos olhos, onde tudo esta no seu lugar; pois todo  este trabalho, esta construção, da montagem de salas temáticas por exemplo de nada irá valer se esta mesma unidade escolar  não tiver ; coração  !
O coração de uma unidade escolar seja ela particular , estadual ou municipal  são os profissionais que nela são acolhidos seja por concurso, entrevista , ou cargos de confiança.
Os professores ou seja lá qual o nome dado a  nomenclatura dada a estes  "mediadores" que se tornam uma ponte para que os alunos possam  fazer sua travessia rumo ao mundo das descobertas  de sua autonomia,são mediadores que estimulam  o desenvolvimento cognitivo,psicológico motor e visam a qualidade deste encontro.
Todos sem exceção  estão ali por um simples  sonho ,um simples objetivo: ter a oportunidade de fazer a diferença na vida de cada educando  e na vida de seus pais e responsáveis estabelecendo  parcerias entre eles.
 Ir além das teorias, passear pelos conteúdos de forma harmônica e contagiante oportunizando o "vivenciar de conteúdos" de forma prazerosa e marcante, pois este momento este caminho chamado infância só se pode passar uma vez!

Eis o encanto de nossa profissão! 

É na infância que aprendemos a construir castelos, e de onde vem os engenheiros.
É  lá que desvendamos os  mistérios e surgem os cientistas...
Na nossa infância  enfrentamos dragões, bruxas e aprendemos a enfrentar nossos problemas com respeito a nos e ao próximo.
Através das brincadeiras se destacam os conteúdos de forma lúdica e prazerosa :na amarelinha riscada no chão trabalhamos a coordenação motora , as cores , a iniciação aos números, o prazer de contar e recontar histórias sem fim...
No simples ato planejado anteriormente de se plantar uma sementinha de feijão em cima de uma bolinha de algodão estamos oportunizando as crianças em creches e pré escolas a adentrar no maravilhoso mundo das ciências ...
Brincadeiras na educação infantil não são apenas passa tempo, elas tem um alcance muito maior do que se possa supor elas devem ter um objetivo.
Mas é claro que neste mundo também tem espaço para as brincadeiras livres onde ouvimos até o barulho das asas sobrevoando nossas cabeças,rs...
 O desenvolvimento integral da criança  deve ser respeitado em todos os seus aspectos : físico, psicológico, intelectual e social onde a família e a comunidade deve ter sua parcela de ação e atenção aos mesmos.
Sempre acreditei que a educação e muito mais que teorias  que elas devem ser sim conhecidas e aplaudidas mais que , além destas teorias   existe o encanto de ensinar, de vivenciar junto aos pequenos experiências únicas e que  ficarão gravadas como um lindo arco-íris ou então como grandes tempestades.
Este encanto não deve morrer, não devemos deixar calar em nossos corações esta linda canção da educação  onde o tom da musicalidade dará o tom da aprendizagem.
Não consigo entender a simples frase que existe professores para educar e professores para ensinar.

Me desculpem, mas ; como assim ?

Demorei alguns anos para me formar no magistério pois primeiro precisei passar por algumas etapas que a vida me revelou...
Mas meu sonho , sempre esteve ali guardadinho, apertado...
Me lembro perfeitamente como se você hoje o meu primeiro dia de aula no Colégio ITA .
Eu simplesmente tremia de emoção e antes de entrar na minha sala precisei ir ao banheiro pois minhas lágrimas teimavam em cair , era quase um sonho que podia ser tocado, e eu verdadeiramente não acreditava que estava acontecendo , eu estava ali!
Hoje ,estou  terminando uma faculdade e já penso na próxima... 
Quando a  lei maior da educação do país LDB Lei de Diretrizes e Bases da Educação foi sancionada em 20 de dezembro de 1996. Estabelecendo que crianças de 0 a 6 anos tinham assegurado o direito  á educação em creches e pré - escolas foi realmente um marco histórico de grande importância para a educação infantil em nosso país.
Com estas  mudanças as creches não deixam de ser apenas assistencialistas e se tornam parceiras deste desenvolvimento  integral da criança na faixa etária de 0 a 6 anos   onde torna – se imprescindível  a indissociabilidade das funções de educar e cuidar? 
Enfim o reconhecimento da criança enquanto sujeito titular de direitos. 
Quando aplico atividades recreativas onde jogos são elaborados dentro de um planejamento , um estudo , cujo tema trás por exemplo: produtos de higiene ou conto histórias bem elaboradas  com fantoches e todo o segmento do tema.
Ao trabalharmos o tema até na hora do banho deles onde levamos os benefícios desta atitude  para a  nossa saúde , isso não é trabalhar pedagogicamente falando de forma bem planejada?
Será que nesta fala não há  objetivo de se construir "nada"!?
Escolas de educação infantil têm  atendentes de educação II , qualificados para função , porém , com salários inferiores,  benefícios e direitos inferiores aos dos professores.
Todos nos que acreditamos na educação somos parte integrante deste  processo ensino-aprendizagem e temos a responsabilidade de não apenas dar banho e colocar os mesmos  brinquedos  todos os dias para que o tempo passe.
 Seguimos cronogramas; elaboramos com criatividade e envolvimento de equipes  os temas propostos e vamos além deles , brincamos de viajar neste foguete que se chama educação de qualidade.
Será que tudo isso é apenas utopia !?
Uma educação onde não exista a separação , o preconceito , as diferenças...
E muito triste presenciarmos manifestações de orgãos competentes que deveriam intervir positivamente enviando informativos que não somos nem suporte pedagógicos dentro das  creches pois nossa "nomenclatura" não nos dá este direito...
Nenhum destes "mediadores" deseja anarquizar,mas ,  deseja sim  o respeito...
Sempre admirei estas pessoas que exercem funções dentro de uma secretaria de ensino , mas, para ser totalmente sincera o que sinto neste momento é o preconceito, o desprezo, o desrespeito, para desqualificar aquilo que conquistei com tanto esforço e continuo buscando , minha capacitação pedagógica e minha fé em uma educação de mais  qualidade e um mundo onde não insistam mais em deixar os cidadãos "leigos em seus direito", pois deveres, já temos o bastante!
   
Desabafo de uma professora que é atendente no momento e passa por um período de expêriencia na rede.Que  procura ser uma pessoa melhor a cada dia,  que tem seu diploma na mão e pode muito bem  procurar outra escola para trabalhar pois tem currículo para isso , mas , decidiu ficar para viver este momento ...


 Pois como mesmo citou Jean Piaget : 



É preciso recuperar o sentido autêntico  de utopia que significa na verdade não algo impossível de ser realizado, mas sim , algo que "ainda não foi realizado!

Silvia Rossine
Postar um comentário

Obrigada pelo carinho!

Amigos Silylandia!