Festa Junina

Charge de Festa Junina


Projeto Festa Junina


Justificativa: Mês de junho é mês de acender fogueira, dançar quadrilha, comer pipoca, pinhão e comemorar o dia de Santo Antonio, São João e São Pedro. Neste mês é comum acontecer gincanas juninas com tarefas características a festa junina. Percebendo o entusiasmo dos alunos de outras series, com vestimentas e a festa, vimos a importância da realização deste projeto na educação infantil.


Objetivo Geral: Incentivar nos alunos o gosto pelas festas juninas, oferecendo-lhes oportunidade de descontração, socialização e ampliação de seu conhecimento através de atividades diversificadas, brincadeiras, pesquisa e apresentações características à festa junina.


Atividades:


- Pesquisa sobre a participação e importância de um evento como este, com a família;
- Ornamentação da Sala de aula, com bandeiras, correntes...
- Apresentação de um novo amigo e vestir o novo amigo com roupas adequadas a festa junina (cada dia será levado para casa por um aluno);
- Desenho do "nosso amigo caipira"
- Retomada da pesquisa na hora da rodinha;
- Pintura, recorte e colagem de bonecos caipira articulados;
- Ouvir, cantar e dançar músicas típicas para apresentação;
- Construir com massa de modelar, alimentos e bonecos típicos a festa junina;
- Confecção de diversas fogueiras;
- Pintura e recorte de uma caipira de tranças
- Sessão cinema com pipocas- Filme Chico Bento;
- Retomada do filme na rodinha e desenhos sobre o mesmo;
- Pintura desenho e recorte de um boneco grande;
- Montagem do boneco grande;
- Confecção de balões para ornamentar a festa;
- Pescaria das cores;
- Desfile caracterizado de caipira entre duas turmas;
- Brincadeiras entre as turmas (corrida do saco);
- Brincadeira entre as turmas (corrida com o "ovo" na colher);
- Brincadeira entre as turmas (corrida do prendedor);
- Brincadeira entre as turmas (Bola na boca do palhaço)
- Brincadeiras entre entre as turmas (Boliches de latas);
- Festa Junina - Apresentação de danças.


Caldeirão de culturas


As festas juninas são também um retrato das contribuições culturais de cada povo à cultura brasileira. Para fazer uma festa junina, deve-se cumprir à risca a seguinte receita:

Comemore as festas juninas conforme os moldes portugueses, isto é, celebre-as em três devotas prestações: 13 de junho, Santo Antônio; 24 de junho, São Pedro, primeiro papa - a "pedra" em que se fundou a Igreja Católica; e, por fim, 29 de junho, São João Batista, primo de Jesus responsável por seu batismo. Desde o século XIII, a festa de São João portuguesa, chamada "joanina", incluiu os dois outros santos.

Adicione uma colher de chá de tradição francesa. As quadrilhas são inspiradas em bailes rurais da França do século XVIII, em cujas coreografias os casais se cumprimentavam e trocavam de pares. Essas danças desembarcaram com a família real portuguesa em 1808. Até hoje, em alguns lugares, as evoluções são orientadas por palavras francesas aportuguesadas: promenade (passeio), changê (trocar), anavam (em frente), anarriê (para trás).

Para dar sabor, o toque final: culinária tipicamente indígena, com comidas feitas à base de milho - espigas cozidas, pamonha, canjica e bolo de fubá -, mandioca e coco.

Tenho sugestões de sites para pesquisa sobre festa junina:


Músicas
Neste link  além de  CDs completos, algumas músicas avulsas para serem usadas nas festinhas.http://www.4shared.com/dir/1784255/16e419bd/Festa_Junina.html

Quadrilha Maluca
Vcs conhecem a quadrilha maluca???
Ela é assim: vc intercala a música instrumental da quadrilha com pedacinhos de músicas atuais ou que as crianças gostem (refrão)..
Vou deixar o link pra download.. se vcs quiserem conhecer é só baixar ok?? http://www.4shared.com/file/17331918/396e5182/Quadrilha_Maluca_-_2006.html

Albúm picassa-
[festa-junina3.jpg]





Olha a quadrilha aí gente!



Olá, sempre ensaiei meus alunos com esse roteiro. Fica lindo se bem ensaiado. Não tem casamento, mas vc pode adaptar. Abraços!!!

QUADRILHA

Vamos começar a Quadrilha! Os casais já estão chegando! É o Caminho da Festa!
(os pares entram de braços dados, com os noivos à frente, formando um círculo. Em seguida, formam uma linha reta, eliminando o círculo).

Damas para um lado, Cavalheiros pro outro! (os pares começam a se separar, começando pelos noivinhos. Um casal só deve se separar após o que estiver a sua frente).

Cavalheiros cumprimentam as Damas (Cavalheiros, em linha reta, vão até as Damas e tiram o chapéu. Em seguida, mantendo o alinhamento, afastam-se de ré).

Damas cumprimentam os Cavalheiros (Damas fazem o mesmo movimento dos Cavalheiros, fazem uma saudação graciosa e retornam, sempre seguindo o alinhamento).

Cavalheiros e Damas ao centro (as duas filas se aproximam, dançando).

Balancê! (os casais se colocam em posição de dança)

Tuuuur! (os casais giram em torno do seu próprio eixo e retornam à posição em que se encontravam).

E agora começa o passeio! (de braços dados, os pares andam até formar um círculo).

Vamos formar a Grande Roda! (todos dão as mãos, formando uma roda).

Vamos formar Duas Rodas! Damas pra dentro, Cavalheiros pra fora! (as meninas dão um passo à frente e formam uma roda. Os meninos formam outra roda por fora).

Damas para a direita e cavalheiros para a esquerda! (cada roda gira para um lado).

As Damas podem parar! Cavalheiros giram até achar suas Damas! (os meninos continuam até ficar do lado de seu par).

Coroar as Damas! (de mãos dadas, os meninos levantam os braços, passando-os por cima da cabeça das meninas).

Vamos girar pra direita!

Descoroar as Damas! (a roda pára e os meninos levantam os braços para descoroar as meninas).

Coroar os Cavalheiros! (agora, são as meninas que vão passar o braço sobre a cabeça dos meninos).

Vamos girar pra esquerda!

Descoroar os Cavalheiros! (idem às Damas).
Agora vamos formar o Caracol! (as Damas dão as mãos para os seus pares, formando uma grande roda novamente. O noivo puxa a turma para o centro da roda, formando um Caracol).

Desvirar! (fazendo o caminho ao contrário, o noivo desfaz o Caracol. A turma vai formando uma fila assim que começa a sair dele, já em pares novamente, com a Dama sempre do lado de dentro).

Vamos pegar o Caminho da roça! (os pares forma novamente um círculo).

Olha a cobra! (todos gritam e dão meia-volta).

É mentira! (todos dão meia volta de novo).

Olha a chuva! (todos cobrem a cabeça e dão meia-volta).

Já passou! (todos dão meia-volta novamente).

Vamos nos preparar pra tirar o retrato! (os alunos fazem pose e ficam imóveis)

Continua o passeio! (os pares continuam o passeio, um atrás do outro).

Preparar para o Travessê! (cada casal vai para um lado, formando duas filas).

É a hora do Galope! (os casais se abraçam como se fossem dançar. Depois, o primeiro casal de uma fila e o último da outra fila trocam de lugar enquanto galopam. Os outros casais fazem a mesma coisa, até que todos tenham mudados de fila).

Descruzar! (todos repetem os movimentos e voltam aos seus lugares).

E segue o passeio!

Vamos formar o Túnel! (os noivos param, e de mãos dadas, levantam os braços fazendo um arco. O casal que vem atrás passa por baixo e ajuda a formar o túnel. Os últimos a passar pelo túnel são os noivos que já vão formando novamente um círculo, seguido pelos demais casais).

Viva São João! Viva Santo Antonio! Viva São Pedro (em cada saudação feita pelo “puxador” da quadrilha, os alunos gritam: Viva!!!)

Estava bom, mas está acabando... Agora a Despedida! (os casais começam a sair, dando tchauzinho. Os Cavalheiros abanam o chapéu).


Coreografia Junina para o Maternalzinho



Dança do Pezinho 
Coreografa: Monique Saliba
Localização: Colocar as crianças em roda, para ficar mais fácil e marcar os lugares coloque cada um dentro de um bambolé e monte uma grande roda com os pequeninos
Ai bota aqui o seu pezinho (bater o pezinho no chão na rodinha)
Ai bota aqui o seu pezinho (bater o pezinho no chão na rodinha)
Seu pezinho bem juntinho com o meu (BIS) 
(Colocar a mãozinha na altura do coração balançando o corpinho)
E depois não vá dizer que você se arrependeu! (BIS)
 (Rodar com a rodinha para um lado depois o outro)

O


 Observação - A festa junina vem da tradição do sul, dança das fitas, quadrilhas ou seja quando quiser dançar alguma dança típica folclórica na Festa Junina é super legal pois trazemos esse cenário cultural para a escola trabalhando as regiões, vale ressaltar que a dança que celebramos  é a FESTA DA COLHEITA, em agradecimento a isso.

*¨*¨*¨*¨*¨*


Festa Junina - versão histórica...


A festa junina ao contrário do que pensamos era uma festa de colheita, portanto uma festa pagã. Quando veio o Cristianismo e viu aquela aglomeração de pessoas resolveram ganhar aquela pessoas para a "nova religião".
Vocês podem me dizer: "Camila, e a questão dos Santos?"
Pois bem, o que é costume fazer nas festas de São João? Fogueira. E fogueira representa o quê? O SOL
São Pedro representa água, chuva...
E Santo Antônio, casamento, fertilidade...a TERRA representa a fertilidade na Natureza.
Tem mais um elemento necessário o AR, que eu costumo colocar como DEUS.
E voltamos ao "início"...


Então podemos concluir que Festa Junina é uma ALEGRIA DA COLHEITA.
E nós da "Cidade" comemoramos porque homenageamos o povo do campo, portanto, povo do campo existe em todas as regiões do nosso enorme Brasil.
E com isso não importa se vamos homenagear o Sul ou o NORTE, se o meu aluno é católico ou evangélico, quando nos tornamos professores pesquisadores.



*¨*¨*¨*¨*¨*¨*
1 – DESFILE COM PERSONAGENS E COMIDAS TÍPICAS DO SÃO JÕAO:
• Casal Caipira;
• Canjica (amarelo e branco);
• Mingau (amarelo);
• Milho (amarelo e verde);
• Batata-doce (marrom)
Olá pessoá! Mês de junho é mês de acender fogueira, dançar quadrilha, comer pipoca e comemorar o dia de Santo Antonio, São João e São Pedro. 
Nas festas juninas é comum as pessoas se caracetizarem de caipira, e para iniciar o nosso desfile chamaremos os alunos:___________________e _________________para representar o casal caipira do nosso arraia.
Desfile com a música: Com a filha de João, Antônio ia se casar, mas Pedro fugiu com a noiva na hora de ir pro altar.
O São João também é uma festa que não falta comidinhas gostosas: canjica, pipoca, mingau, milho, batata-doce, pamonha, amendoim, pipoca, cocada, entre outras. 
Hummm, que delícia !!!!!!! Os nossos caipirinhas adoram comer os pratos típicos do São João, por isso, vamos continuar o nosso desfile, apresentado os nossos alunos caracterizados com as deliciosas comidas típicas.
Chamaremos o aluno (a):________________caracterizado de CANJICA, vestido de branco para representar o leite e amarelo para representar o milho. A canjica é uma das comidas típicas que não falta nas festas juninas.
Vem aí o MINGAU, representado por_____________, vestido de amarelo, porque ele é feito de milho. É uma gostosura!!!!
Deu pra perceber pessoá, o milho não pode faltar no São João. Vamos aplaudir:____________que está representando o MILHO. Iscuita bem o que eu vou falar o milho pode ser comido assado ou cozido, e de uma coisa eu tenho certeza que de qualquer forma é uma beleza!
Eita diacho, que esse desfile ta bom pra daná!!!! Entra agora a nossa querida PAMONHA, representado por______________. A pamonha é uma delícia, e com uma manteiguinha caipira, hummmmmmmmmm...
• Pamonha (amarelo);
• Amendoim (marrom);
• Pipoca (branco);
• Cocada (branco);
Ploc, ploc, ploc, fofinha, branquinha e saltitante. Sabem de quem estou falando? Vem aí a deliciosa PIPOCA, que doce ou salgada faz a festa da criançada! Vamos aplaudir________________que representa a pipoca.
E agora pra adoçar a nossa festança, eis que chega a famosa BATA-DOCE. Aplausos, aplausos pessoa! Quem representa essa gostosura é__________________.
Viram só pessoá, no São João de barriga vazia ninguém vai ficar! Vem aí a deliciosa COCADA, representada por_______________. A cocada é feita de coco e pode ter vários sabores: abacaxi, maracujá...Hummm, já estou com água na boca. Aplausos pra nossa deliciosa cocadinha!!!
Xi pessoá, já ia me esquecendo do AMENDOIM, que cozido, torrado e açucarado, seja lá como for é presença marcante no nosso arraia! Muitos aplausos pra_______________que está representando o delicioso amendoim.
É muita comida pessoa!!! É muita gostosura nas festa juninas!!!
Mas preste atenção, vê se não come demais pra não dá indigestão!!!
Viva o São João!!!

****
Brincando com fogo
“... Ninguém matava, ninguém morria
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor." 
A festa junina é assim mesmo como Moraes Moreira a descreve. Tudo acaba bem. O noivo fujão é puxado pelo colarinho e aceita sua noiva como legítima esposa. Dito o "sim", com a bênção do padre, o pai da noiva coloca de volta o revólver no cinturão. 
Mas para quem resolve brincar com fogo nem sempre o final é feliz. Saltar fogueiras, driblar busca-pés e soltar balões já estragou a folia de muita gente. A destruição pode ser maior se o balão atingir a mata e provocar incêndios, especialmente em anos de prolongada estiagem como este. 
Quando Isabel acendeu a fogueira e hasteou uma bandeirinha para anunciar o nascimento de seu filho, São João, a fogueira era sinal de bom presságio. Hoje, os guardas florestais se inquietam: onde há fogueira, há balões. Por isso, desde 1965, soltar balões é crime previsto pelo Código Florestal. Quem trocar os balões por inofensivas bombinhas e traques merece aquela prenda que está lá no alto do pau-de-sebo


Fonte - Projetos de Educação Infantil

*******
E algumas sugestões de brincadeiras:
Corrida de sacos
Cada corredor deverá entrar em um saco, que será bem preso a sua cintura, e tentar correr, ou melhor, pular até a linha de chegada. Vence aquele que chegar primeiro, é claro! 
• Acertar o alvo
O jogador receberá três bolinhas (que podem ser feitas de meias) e, com elas, deverá derrubar uma pilha de latas sem deixar nenhuma em cima da mesa. 
• Corrida de três pés
Nessa brincadeira, cada jogador deverá amarrar a sua perna direita à perna esquerda de seu parceiro. Ambos terão que correr assim até a linha de chegada. 
• Corrida com ovo na colher
Cada participante terá que correr até a linha de chegada equilibrando, na boca, uma colher com um ovo cozido. O participante que derrubar o ovo será desclassificado.

Postar um comentário